[fotografia de Sil­vino Rodrigues]

O Fast For­ward Por­tu­gal – Film Fes­ti­val é um fes­ti­val de cur­tas metra­gens orga­ni­zado pela Velha-a-Branca em que os con­cor­rentes são con­vi­da­dos a realizar um filme em 24 horas. O filme em for­mato dig­i­tal dev­erá ter até três min­u­tos e respeitar o tema entregue no iní­cio do Fes­ti­val a cada equipa. Partindo do tema, cabe às equipas escr­ever, fil­mar e edi­tar o tra­balho final até ao dia seguinte. A exibição dos filmes das várias equipas e a escolha dos vence­dores será feita nessa mesma noite. A ViII Edição do Fes­ti­val decorre nos dias 20 a 22 de Novem­bro de 2014 em Braga no The­atro Circo.

O fes­ti­val Fast For­ward nasceu em Chicago nos EUA e realiza-se actual­mente tam­bém em Dublin (Irlanda) e em Braga. O primeiro passo para par­tic­i­par neste fes­ti­val é jun­tar uma equipa capaz de escr­ever, fil­mar, edi­tar e, claro, dar a cara no filme. Não há lim­ite de con­cor­rentes mín­imo nem máx­imo por equipa. Feita a selecção da equipa é necessário pro­ceder à inscrição no Festival.

No primeiro dia do Fes­ti­val (sexta-feira) a Velha-a-Branca sorteia pelas equipas inscritas um tema para o filme a realizar. O tema não é o guião e deve ser enten­dido somente como uma refer­ên­cia ou como uma fonte de inspi­ração para escr­ever o argu­mento de uma curta metragem até três minutos.

Rece­bido o tema é só pôr mãos à obra! O tra­balho final dev­i­da­mente edi­tado deve ser entregue no dia seguinte (sábado) até às 17h. A exibição pública dos filmes admi­ti­dos a con­curso é feita logo a seguir pelas 22h. Mais tarde nessa noite são anun­ci­a­dos os vence­dores e atribuí­dos os prémios.

Os meios téc­ni­cos não são um prob­lema: uma sim­ples câmara de vídeo dig­i­tal, de prefer­ên­cia de alta definição, um com­puta­dor e soft­ware de edição vídeo podem ser sufi­cientes para um bom tra­balho. A Velha-a-Branca pro­move work­shops nas sem­anas ante­ri­ores ao iní­cio do Fes­ti­val para quem quiser apren­der ou mel­ho­rar os seus con­hec­i­men­tos nesta área.

Fast For­ward Por­tu­gal — vale bem uma noite mal dormida!